um poema de João Luís Barreto Guimarães

cinzeiro

O que esmagas no cinzeiro quando apagas o cigarro? As pa-
lavras que existem dentro de um cigarro aceso?
Sempre bebi desse instante em que os amigos somam vitórias,
devolvidos a um passado de água em copos de cristal, discutindo
o preço do gelo e as vantagens da água mineral.

João Luís Barreto Guimarães

Anúncios